quarta-feira, 2 de novembro de 2011

canção



te amo assim esfarrapada como quem pede desculpa
te amo com culpa e salvação e desprovida de qualquer razão
te amo meio querendo ir, meio querendo ficar, te amo pelo meio, pela estrada, pelo ar
te amo pouco, metade da vida que tenho pra dar
mas te amo inteira, meio à beira de um ataque de nervos
diluindo nos seus dedos.......

2 comentários:

Evandro L. Mezadri disse...

E eu amo ler suas poesias! São muito inspiradoras e profundas!
Grande abraço e sucesso!

MIRZE disse...

Bárbaro!

Vou decorar, de tanto que li pois achei lindo.

Esse modo de amar é uma veste.

Beijos MINHA POETISA!

Mirze