terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Mãe

O que a faz tão valente?
Certamente é o o sangue dos espanhóis.)
Mas o que a faz tão exigente?
Com certeza é o algodão puro dos seus lençóis.
Esta Mercedes tão correta
De operária a professora
Exata e exatora
Cumpridora,enfim, da estrada;
Vaidosa e elegante
Mijica, Merce, Mercedes
O grande amor do Gerson
Que levantou muitas paredes
Aqui estamos nós comemorando sua valentia:
Vera, a sua filha , o sonho de doutora;
Depois esta que nasceu atriz, escritora;
E Duca, o filho homem: menino que pousa ao seu lado
Pilotando todas as suas vontades
Caçula e guarida, dirigindo a sua vida.
Somos esta a sua família
Somos nós, suas cuidadoras,
E mais quem vier
Viva você mamãe
Uma grande mulher!

terça-feira, 27 de novembro de 2018

" Muitas "


Já fui criança 
Mocinha e gente grande
Hoje meu olhar vai mais adiante : que gostosura, tanta lembrança, pouco ligo que a idade avança ( Deus brinca comigo nessa balança )
Vem vida, vai vida, mocinha bonita , mulher sabida!


domingo, 28 de maio de 2017

Vitória




E vem a vida , o amor e a cachorra que
eu abraço sem parar  
dou além de mim  
bem mais do que eu tenha
ou que possa.

O mote pela  nossa
vida inteira
pronto, parceira : 
nós e as estrelas !


sábado, 26 de março de 2016

Sobremesa

tantos poemas lhe fiz
orações de amor
riscadas a giz e cor
o quanto a quis é  a  fatia
da torta atração
azeda
limão

Neusa Doretto

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Então


Estamos à deriva
Somos à toa e embora doa
O encanto acaba na pessoa
A paixão, essa cara de tacho
O sexo, esse relaxo
Eu amei, tu amastes, ela amara
E o amor tira uma da nossa cara
Neusa Doretto