quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Sina



Depois quero tudo
forma
e conteúdo
Vestido e rotina
sob a saia
sob a chuva
sob a sina
Sua..... 

2 comentários:

MIRZE disse...

MARAVILHA!

Essas sinas às vezes assassinam a gente.

Sucesso na Bienal!

Beijos

Mirze

Adriana Karnal disse...

adoro a poesia curta.