sábado, 26 de novembro de 2011

sobre dar
















deu liga
deu tudo
deu pé
mas  deu rolo
deu medo
e
deu o fora



4 comentários:

valéria tarelho disse...

deu tudo que não deu em nada, mas deu poesia que deu caldo :)

Dilmar Gomes disse...

Amiga Neusa, deu um poema de força expressiva. Gosto dos poemas sintéticos, que dizem muito através de poucas palavras.
Um abração. Tenahs um bom fim de semana.

Moni Saraiva disse...

E por que não botou tudo na conta do risco???

saudade de ti e dos teus versos ligeiros, Neusa querida!

Beijo grande!

Moni

MIRZE disse...

DANADOS!

São sempre assim!

Beijão

Mirze