segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Perecível
















Eu não guardo poesia.
A Poesia é dura. A Poesia não se molha.

A Poesia não estraga.
Ela não precisa ser guardada.

Eu preciso. Eu estrago.





Neusa Doretto_________________________

5 comentários:

José Carlos Brandão disse...

Eu bebo poesia como um passarinho bebendo a tarde - e deixo um pouquinho para mais tarde.

sueli aduan disse...

...A Poesia não estraga.
Lindos versos!!!! sensibilidade imensa!!! adoreiiiiiiiiiiii!!!
bjus

Mai disse...

Eu inalo o ar e inspiro poesia.
beijos.

Julio Rodrigues Correia disse...

Da melhor qualidade.Simples, direta e emotiva.
Um abraço visiste meu blog tem um presente oara vc,

Julio Rodrigues Correia disse...

Errata: poesia da melhor
para vc