terça-feira, 5 de julho de 2011

Destino



















Tens aí o coração abarrotado
Acolhedor
O peito farto
e o quarto
arrumado de esperanças para  dar
Levas aí
o sonho bom
do amor honesto
para o resto
das vidas
que possas cruzar...


Neusa Doretto

6 comentários:

MIRZE disse...

NDORETTO!

Tomara que exista amor honesto!

Sempre fico pensando em seus breves poemas.

Beijos

Mirze

Vanessa Souza Moraes disse...

Tens um bocado de coisas...

AninhaGR disse...

Ah, Neusa, que lindo... Poesias dignas da poeta genuína, da alma de poeta! Estou encantada com tuas poesias, com o blog, desde o título até à arte - a bolsa, que transmite uma ideia de "carregar apenas o que importa", condensar o indispensável! Grata pela tua visita ao meu Pensamento Indelével, que me trouxe até ti!
Abraços, paz e luz!

Alicia disse...

Amor honesto.
Uau,

Marcia David disse...

BRAVO! Lindo! Não quero entender, mas talvez seja uma espera. Talvez uma busca. Amor Honesto... Será que ele existe? Quando se tem asas, em tudo se pode acreditar. Beijo carinhoso, Neusa.

Eder Asa disse...

Amor honesto? Isso existe?