sábado, 28 de agosto de 2010

24 horas com e sem você

















Histórias do Amor Piegas


Esse roteiro precisa de um nome doméstico, crônicas domésticas, trágicas, cômicas, textos que envolvam canecas, cartas, lençóis e gavetas. Objetos do dia a dia, comuns às pessoas, como pasta de dente e chuveiro ligado.
Textos que tragam a dor de cotovelo ou qualquer outra dor à domicílio; não é necessário o adorno para a dor, "pedestal" para a dor,está entendendo? Porque quando eu estou sofrendo, eu “não sofro com essa ausência que afoga a minha alma”, eu sofro com o cheiro do seu maldito condicionador espalhado pelo apartamento, ou coisa assim.
Digamos que eu escreva um roteiro com cinco ou seis contos que causem o riso, o pranto, dor de estômago e alegria. Posso escrever um que dê fome e tesão também, sem problemas. Uma lauda de 24 horas. Histórias com direito a essas 24 horas. Mesmo porque é o tempo que nos une.



(Neusa Doretto)

3 comentários:

Í.ta** disse...

essa metaescrita ficou tão boa! adorei.

beijos.

Srta_cruz disse...

adorei seu blog
voltarei mais vezes

Mara faturi disse...

...O que nos une é " a poesia que corta com fio de seda"...relembrando da Cd ;)
Que bom isso...
bjos