quarta-feira, 8 de junho de 2011

Brega















Isso  da  vida:
Ida,  volta   e vinda
Tem chão ainda ,   recaídas.
Quantas coisas: casas ,  brasas; 
Quanto amor em tudo, sempre , chororô e a dor de dente.
Te amei várias vezes ,num ano e  seis meses,na balada profunda de uma mpb:  poemas, lençóis e “ vou te ver”    .

Um longa-metragem  na  segunda parte
quase no final feliz

Faltou um triz. 


Neusa Doretto

4 comentários:

Letícia Palmeira disse...

O triz existe para que possamos ter motivos para escrever. Sem o triz nada faz sentido.

E eu gostei muito. Deixei claro no facebook.

Um beijo nada clichê.

Cesar Póvero disse...

rápidas e deliciosas, tão cheias de ritmo e leves, necessárias, passo por aqui e leio várias de uma vez, não pesam e deixam com gostinho de quero mais. beijos pra amiga poeta.

MIRZE disse...

Lindo Neusa D!

Esse triz.... Umdia pego esse camarada!

Beijos

Mirze

Fernand's disse...

estou nesse triz...



:D

um bj, querida.